BVGO (BOAS VINDAS GAME OVER),2017

videoarte, 3’38’’, imagem de arquivo, colgem digital, filmagem em chromakey, GIFs, cor, som//

Com o mote “no jogo do real ganha o mais surreal” questiono as configurações políticas nas quais vi a passagem dos anos 2016/2017, ano eleitoral no Brasil que presenciou a troca de anos de governos de esquerda para um governo que flerta com a extrema direita, misturando cenas reais (o que é real?) com cenas de jogos de realidade virtual. Uma notícia é narrada por uma jornalista que, em pleno século XXI, anuncia que presos fugidos tocaram fogo em um canavial, tal qual nos tempos coloniais, enquanto um player do famoso jogo gangster norte-americano GTA incendeia um estacionamento de carros. A palavra PAC de Pacman é ressignificada quando soa como uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional), e quem assiste “joga” com os números que se refe- rem a emendas que ameaçam a demarcação de terras indígenas. Índigenas acertam policiais militares com flechas em Minas Gerais, e quem assiste também está jogando e ganhando pontos, com um pano amarrando a cabeça, à imagem das transmissões de grupos terroristas, enquanto tragédias anunciadas, como a da Samarco, indicam que o jogo está quase perdido, e que a ironia é uma linguagem de sobrevivência.

Coleção oficial do SPAMM - SuPer Art Moderne Musée

EN

BVGO - “Welcome Game Over”, 2017

video art, 3’38’’, found footage, digital collage, chromakey footage, GIFs, color, sound //

By discussing the idea that "in the game of reality, wins the most surreal" I question the political configurations in which I saw the passage of the years 2016/2017, electoral year in Brazil, when we faced the switch from years of left wing governments to a right wing openly nazist fashioned one. Mixing documental images with scenes from virtual reality games. The news is narrated by a journalist who, at the heights of the 21st century, informs that escaping prisioners set fire in a cane plantation field. Meanwhile, a digital character from american game GTA sets fire on a parking lot full of cars. Indigenous people hit military police with traditional arrows at the state of Minas Gerais and who watches everything is also playing, and earning points.

 

SPAMM - SuPer Art Morderne Musée Official collection