ESCORRENDO CEU PELA CANELA, 2021

videoclipe//

 

Com tantas visões enquanto criança, em toda expertise no não entender a agilidade da cidade, mas com a dimensão de olhar e guardar cada detalhe, eu sorria enquanto via águas, em gestos muito simples, brilhando nos filmes de Hayao Miyazaki; e, hoje, eu ri ao ver esse brilho na mata em Escorrendo o céu pela canela, muito mais próximo da terra onde piso.

Ariana Nuala para a publicação Outras Gramáticas

Escorrendo Ceu Pela Canela é o segundo clipe do álbum EU NÃO SOU AFROFUTURISTA e foi realizado a partir da II Mare Residency, com curadoria de Tiffany Autrinna Ward, em que participo como artista em residência virtual, devido à pandemia do COVID-19. A residência ocorreu em Baltimore e Nova York, em conjunto com as artistas asha holmes e Jazmine Hayes.

"Um resgate dentro de um sonho. Nesta vídeo arte sonora experimental, um ser mágico guia a personagem para dentro de uma mata fantástica, onde ela procura incansavelmente por seus antepassados perdidos."

#escorrendoceubiahitsfinal.00_00_39_07.Quadro019.png
#escorrendoceubiahitsfinal.00_01_10_10.Quadro015.png
#escorrendoceubiahitsfinal.00_02_24_26.Quadro007.png

O chamado dos pássaros não se encontra mais no céu, a sua potencialidade de canto atravessa a seiva da árvore alimentando suas raízes e roncando a terra. Em 2020, quando todos os cantos pareciam trabalhar incansavelmente por causa da pandemia do covid, biarritzzz junto a Anti Ribeiro, Letícia Barros, Libra, Ayla Alencar e Felipe Sampaio foram à Mata do Catucá, nas proximidades de Aldeia em Camaragibe (PE), percorrer um sonho desperto.


Inicialmente composto por biarritzzz e também musicado por Henrique Falcão, a poesia nos evoca em timbres eletrônicos a possibilidade de caminhar entre mundos.
Falar aqui sobre o encanto do fazer, atravessar um sonho sem ser por uma noção de fragmento temporal entre o dia e a noite, mas, sim, da reativação deste presente (sonho) enquanto ato de reencontro com nossos ancestrais.


Também enquanto lugar de passagem, muito além da própria chave monetária que ele articula para tantos artistas, o vídeo vira comida e plantação. Como motim coletivo de escuta entre histórias, não há espaço para apenas uma autoria, mas, sim, uma necessidade de criação comunitária.


Não se entra na mata só, sempre estamos acompanhados. Ver em sonho. As divindades não moram apenas no céu, como nos diz o imaginário cristão ocidental, mas se revelam em toda queda de uma estrela, segurando o céu em todas as partes para que a terra ainda seja um lugar de nascimento.

Ariana Nuala

Para visualizar o texto completo, acessar  Propágulo: Outras Gramáticas

FICHA TÉCNICA

biahits - Escorrendo Ceu Pela Canela

Eu Não Sou Afrofuturista

Ayla Oliveira

Direção e produção

Anti Ribeiro Assist. de direção e roteiro

Libra Caracterização e figurino

Letícia Barros Dir. de fotografia e montagem

Filipe Sampaio Iluminação

biarritzzz

Cor

Lucas Mariano

Letreiro 3D

Edu Moreira

Créditos

 

Escorrendo Ceu Pela Canela

biahits

Composição: biarritzzz

Produção musical: Henrique Falcão

Agradecimentos TRILHA DA NATUREZA, Geni Francisca Alencar, Chã de cruz, Ernesto de Carvalho, Tiffany Autrianna Ward

 

Comissioned by Mare Residency 2020